Cigarros e beatas – Consequências para o ambiente e para a saúde

Os cigarros são bastante comuns na nossa sociedade. No entanto, possuem imensas consequências para o ambiente e para a saúde dos fumadores!
Cigarros e beatas - Consequências para o ambiente e para a saúde

Este artigo é uma transcrição do episódio: #10| Cigarros e beatas do Podcast EESPS!

Constituição de um cigarro

Como todos sabemos, os cigarros são algo que fazem mal e muito comuns na sociedade onde estamos inseridos.

Mas será que conhecemos o que realmente há dentro de um cigarro?

Os cigarros têm mais de 4.000 substâncias na sua constituição, sendo estas tóxicas e com efeitos de irritação. Os principais constituintes de um cigarro são:

  • Nicotina,
  • Monóxido de carbono,
  • Substâncias radioativas,
  • Metais pesados.

Estes constituintes causam, a longo prazo, sérios danos irreversíveis ao nosso corpo.

Consequências no ambiente

Os cigarros, além de serem um grande problema a nível da saúde, trazem consigo um outro problema associado, o da produção de beatas, com as quais nos cruzamos a cada esquina.

Estes são um dos resíduos mais abundantes no mundo e estima-se que 4,5 triliões de beatas são depositadas indiscriminadamente no ambiente por ano. E ainda, os cigarros demoram mais de 5 anos a serem decompostos.

 E, um dos principais problemas dos cigarros são a possibilidade de darem origem a incêndios, se forem mal apagados. Mas ainda há muitas mais consequências:

  • A libertação de substâncias nocivas ao meio ambiente através do fumo, devido à constituição deste;
  • A acidificação e danificação dos solos e da água;
  • A morte de seres vivos, que ingerem os cigarros e as beatas deixadas no chão ou na água;

Além disso, se uma pessoa fumar cerca de um maço de tabaco por dia, durante 50 anos, pode gastar cerca de 1,4 mil milhões de litros de água.

São inúmeras as consequências dos cigarros e beatas, pois umas desencadeiam as outras, mas no final isto tudo interfere diretamente no ser humano, tanto a nível do bem estar das pessoa, como a nível de alimentação e estilo de vida.

Consequências na Saúde

Além das consequências ambientais, os cigarros deixam a sua marca nos nossos corpos, tanto de quem é fumador, como de quem o rodeia.

Fumar deixa graves problemas respiratórios e torna-se uma dependência devido à Nicotina.

E, ao contrário de algumas ideias preconcebidas, principalmente na adolescência, o cigarro não afirma a personalidade nem estimula o trabalho intelectual. Quem fuma não tem menos stress ou ansiedade do que quem não fuma.

Pelo contrário, a nicotina, causa severos danos tanto físicos como mentais e quando o ser humano quer largar esse vício, a falta dessa substância causa:

  • Dificuldades de concentração;
  • Insónias;
  • Ansiedade;
  • Irritabilidade; e
  • Aumento do apetite.

Os danos causados pelo cigarro num corpo humano podem levar a cancros pulmonares e cardiovasculares, estragos na região da boca, (uma vez que é por lá que o fumo entra para o organismo), problemas no estômago, entre outros.

De acordo com o website das Farmácias Portuguesas, o tabagismo é a principal causa evitável de doença e morte em todo o mundo. Na Europa estima-se que o tabaco seja responsável por 1 milhão e 200 mil mortes por ano.

Não Fumes! Cigarros e beatas - Consequências para o ambiente

Como resolver este problema?

Depois de leres todas estas consequências, só deves estar a pensar numa coisa: Como evitar isto?

A principal solução, como já deves saber, é não fumar ou deixar de fumar. Esta, termina logo com tudo, principalmente diminui o risco de aparecimento de certas doenças e também não se fica com os bolsos vazios assim tão depressa, já que os cigarros são bem caros! Mas se fumares, pensa no ambiente e não atires as beatas para o chão…coloca-as em cinzeiros! Lembra-te que atualmente existe uma lei que proíbe o descarte inadequado de pontas de cigarro.

Também não fumes em espaços fechados, como a tua casa ou o teu carro, pois outras pessoas que estiverem contigo irão estar a inspirar o fumo.

Há, também maneiras de aproveitar as beatas desde a produção de adubos, a transformação destas em pasta de papel, onde se consegue transformar 300 beatas em sete folhas A4.

Como deixar de fumar?

Sabias que ao final de um ano o risco de doenças coronárias reduz-se em 50% e que após 15 anos este risco é semelhante ao dos não fumadores?
E nunca é tarde! Se parares de fumar aos 30 anos, ganhas quase 10 anos de esperança de vida e aos 60 ainda podes ganhar mais de 3 anos comparativamente às pessoas que continuariam a fumar!

Não há razões para não deixar de fumar! No entanto, parar pode ser difícil.

Por isso, podes aceder a estes recursos que te vão ajudar a passar por esta etapa!

Fontes:

https://www.dgs.pt/respire-bem1/ficheiros-externos/15-passos-para-deixar-de-fumar-pdf.aspx
https://www.sns24.gov.pt/guia/deixar-de-fumar/

Não queres perder nada? Subscreve a nossa newsletter!

Queres estar na linha da frente sempre que o Jovens AESPS publicar conteúdo? Subscreve a nossa newsletter, quer seja por email ou por notificações, para nunca mais perderes os últimos artigos, histórias e vídeos publicados pelo Jovens AESPS!

Podes cancelar a tua subscrição a qualquer momento.

Deixa um comentário